Posição comercial

Nome do curso: Os Fundamentos da Negociação de CFDs

Em mercados financeiros, é necessário manter uma estratégia de investimento que permita a uma empresa ou a um investidor a chance de aproveitar as boas oportunidades e maximizar os potenciais retornos. Portfólio é o termo utilizado para descrever todos os ativos financeiros que a empresa ou o investidor podem possuir ou investir, incluindo ações, títulos, moedas, commodities e outros instrumentos financeiros.

Demora aproximadamente: 10 minutos

Nome do curso

Comece a investir hoje

Este conteúdo apenas está disponível para clientes registados

Posição curta e posição longa ao investir

Há compradores e vendedores em todos os mercados financeiros, e quando você abre uma negociação, também está envolvido na compra ou na venda de um instrumento financeiro. No trading, abrir uma posição de compra significa adquirir títulos ou ativos no mercado, e fechar uma posição, indica a venda do ativo de volta ao mercado.

Em cada mercado financeiro, os compradores são considerados "Touros" e pensam que o preço do ativo irá aumentar. Os vendedores, por outro lado, são denominados "Ursos" e pensam que o preço do ativo irá cair. Ao negociar, as operações podem ser realizadas sobre o preço de compra ou o de venda. O preço de compra de um ativo é um pouco maior do que o seu preço real de mercado, enquanto o de venda é, ligeiramente, menor que o preço de mercado. Por exemplo:

  • Quando você escolhe o preço de compra, abre-se uma posição “longa”
  • Quando você escolhe um preço de venda, abre-se uma posição “curta”

A diferença entre os preços de Compra e Venda, denominada “Spread”, é usada pelo fornecedor de serviço financeiro para gerir a posição da negociação.

Numa posição “Longa”, o ativo é comprado na esperança de que o seu preço irá subir, podendo, posteriormente, ser vendido com lucro. Esta estratégia também é chamada de "Comprar" ou "Ir Longo". Não há necessidade de, efetivamente, comprar um ativo, pois na negociação via derivados financeiros, como os CFDs, você opera com um ativo subjacente, especulando que o preço do ativo irá subir.

Numa posição “Curta”, é possível ganhar ao vender um ativo, cuja previsão do preço está em queda ou irá cair. Com esta estratégia, você vende um ativo emprestado na expectativa de que o seu preço irá diminuir e poderá comprar ele de volta por um valor inferior e lucrar com a diferença entre os preços de venda e de compra. Ao negociar este tipo de CFD, você especula sobre um ativo subjacente e lucra com um mercado em queda.

Você pode optar por uma estratégia “Longa” ou “Curta” quando abre uma conta de CFD para negociar. Nestas operações, é possível Comprar ou Vender contratos e especular sobre a diferença entre o preço de abertura e de fechamento de uma posição. A especulação pode ser feita em inúmeros mercados financeiros, como Forex, Ações, Commodities e Índices, sem a necessidade de, realmente, comprar o ativo.

Qualquer que seja a posição escolhida, "Longa" ou "Curta", é permitido usar a alavancagem. Assim, com o depósito de uma pequena quantia, você obtém uma grande exposição de mercado e pode ganhar ou perder o máximo do valor da negociação. Operar via CFD ajuda a multiplicar os seus lucros, mas, também, aumenta seu risco de grandes perdas.

Ambos, compradores e vendedores, gerenciam o mercado financeiro e, consequentemente, a oferta e a demanda que determinam o preço ou valor do ativo. Durante as sessões de negociação, os compradores e os vendedores tentam superar um ao outro, e isto é a causa da flutuação no mercado. Por exemplo, quando há mais compradores do que vendedores, tanto o mercado como o preço do ativo sobem, e quando há mais vendedores, o mercado e o preço do ativo caem. O efeito da oferta e da demanda no mercado é conhecido como “volatilidade”.

As posições longa e curta ao investir:

Ao abrir uma posição longa, o investidor realiza uma operação de compra de um ativo na expectativa de sua valorização, ou seja, de que seu preço irá subir no futuro. A posição curta é o oposto da longa e envolve uma operação de venda, onde é prevista uma queda no preço do ativo.

  • Posição Longa:

A posição longa é usada, principalmente, na compra de um contrato de opções. Isto significa que você comprou e possui uma posição longa num ativo subjacente no contrato de opção. Manter uma posição longa simboliza uma perspetiva de Touro. É uma estratégia de compra na qual você retém o ativo e, quando os preços sobem, é possível vender e lucrar.

  • Posição Curta:

A posição curta é uma estratégia de negociação menos popular, na qual os traders acreditam na queda, ao invés da subida, do preço do ativo. O investidor deve pedir as ações emprestadas a um fornecedor de serviço financeiro, ao invés de as comprar. A estratégia de investimento de uma posição curta envolve quatro fases, que são:

  1. O investidor pede emprestado ao fornecedor de serviço financeiro um ativo cujo preço, provavelmente, cairá.
  2. O ativo é vendido no mercado aberto.
  3. O investidor compra de volta o ativo quando o seu preço é inferior àquele pelo qual vendeu.
  4. O ativo ou título é devolvido ao fornecedor de serviço financeiro.

Quanto maior a queda do preço do ativo, maior o lucro do investidor.

As Principais Diferenças entre Negociar a Longo e a Curto Prazo:

A regra básica é que o ativo comprado numa posição longa é vendido numa posição curta. Por exemplo, ao comprar 100 ações de uma empresa, está numa posição longa de 100, já que pagou pela totalidade das ações. Esta é uma posição de Touro e é esperada uma subida no preço da ação.

Caso tivesse vendido as 100 ações sem as possuir, estaria numa posição curta de 100, a posição de Urso, esperando uma queda no valor da ação para, então, vender e evitar qualquer prejuízo.

Como um investidor, se você optar por uma posição curta, pode pedir ações emprestadas a um fornecedor de serviço financeiro para depois vender A previsão é de que o preço do ativo caia abaixo do inicial para que possa comprar ele de volta e liquidar a negociação com o fornecedor de serviço financeiro.

Os investidores, raramente, optam por uma posição curta devido ao seu risco infinito. Na posição longa, o risco ou perda é limitado, uma vez que o preço não pode descer além de um certo valor.

Posição Longa Posição Curta
  • Estratégia convencional e mais segura
  • Comprar esperando que o preço do ativo aumente
  • Comprar a um preço baixo e vender a um preço alto para lucrar
  • Ganho possível ilimitado
  • Perdas possíveis limitadas
  • Estratégia incerta e arriscada
  • Pedir emprestado e vender esperando que o preço do ativo caia
  • Vender a um preço alto e depois comprar de volta a um preço baixo
  • Ganhos possíveis limitadas
  • Perdas possíveis ilimitadas

A informação acima é apenas para fins educacionais e não pode ser considerada como conselho de investimento. A performance passada não é um indicador confiável para os resultados futuros.

Comece a investir hoje

Teste o seu conhecimento na conta de negociação ROinvesting

Experimente a demonstração
Próximo curso:

Análise de mercado

Conheça as principais abordagens analíticas aos mercados e à negociação de CFD. Este curso apresenta os métodos analíticos cruciais tais como análise fundamental, posicionamento de mercado, análise técnica, e estatística. Estes são os meios mais populares e práticos para se destacar na negociação de CFD.

3 horas
Português
Iniciar curso